0 6
Liliana Barrocas

Liliana Barrocas

Santa Maria da Feira, Portugal

Uma cadela pastor alemão, que perdeu uma pata numa missão no Afeganistão em 2012 devido a uma bomba, foi condecorada por bravura. Lucca, de 12 anos, participou em mais de 400 missões no Iraque e no Afeganistão, juntamente com os marines norte-americanos, durante seis anos, lê-se no Guardian. É o 67º animal a receber a medalha PDSA Dickin, a mais alta distinção concedida a animais destacados em zonas de conflito, o equivalente à Cruz Vitória - a mais alta condecoração militar atribuída por bravura "na presença do inimigo" a membros das forças armadas dos países da Commonwealth. “Lucca é muito inteligente, leal e era extremamente motivada. Foi graças a ela que voltei para casa para a minha família e tive muita sorte em ter servido ao seu lado. Hoje em dia, faço o que posso para a mimar durante esta bem merecida reforma”, afirmou o sargento Chris Willingham, que se deslocou até Londres com a cadela para aceitar a condecoração. A medalha PDSA Dickin foi criada em 1943 e a primeira condecoração foi atribuída a um pombo.

5 anos e 191 dias